Dependência Química: PLANO DE PREVENÇÃO DE RECAÍDA - PREPARAÇÃO, ESTABI...

Dependência Química: PLANO DE PREVENÇÃO DE RECAÍDA - PREPARAÇÃO, ESTABI...: ·          PREPARAÇÃO Antes de iniciar seu P.P.R., são necessários alguns passos para depois iniciar o processo de construção desse pl...

Dependência Química: PREVENÇÃO DE RECAIDA - FASES E SINAIS DE AVISO. - ...

Dependência Química: PREVENÇÃO DE RECAIDA - FASES E SINAIS DE AVISO. - ...: ·          AS FASES E SINAIS DE AVISO DA RECAÍDA O processo de recaída leva a pessoa em recuperação a sentir dor e desconforto sem o q...

Dependência Química: PLANO DE PREVENÇÃO DE RECAÍDA - FASE TRÊS

Dependência Química: PLANO DE PREVENÇÃO DE RECAÍDA - FASE TRÊS: ·          FASE TRES - IMPEDIMENTOS E COMPORTAMENTOS DEFENSIVOS Nesta fase a pessoa em recuperação não quer pensar sobre qualquer cois...

Dependência Química: PLANO DE PREVENÇÃO DE RECAIDA - FASE QUATRO - CONS...

Dependência Química: PLANO DE PREVENÇÃO DE RECAIDA - FASE QUATRO - CONS...: ·          FASE QUATRO - CONSTRUINDO A CRISE Nesta fase a pessoa em recuperação começa a experimentar uma seqüência de problemas na vi...

Dependência Química: COMO DEVE AGIR A FAMÍLIA DO USUARIO DE DROGAS?

Dependência Química: COMO DEVE AGIR A FAMÍLIA DO USUARIO DE DROGAS?: Fonte: Ivan Mario Braun. Seu papel é extremamente importante. Existem indícios de que, pelo menos em alguns grupos de usuários (por exemplo...

Dependência Química: PLANO DE PREVENÇÃO DE RECAÍDA - Educação, identifi...

Dependência Química: PLANO DE PREVENÇÃO DE RECAÍDA - Educação, identifi...: 3-     Educação Preciso aprender sobre o processo de recaída e como preveni-lo. Para prevenir recaída é preciso entende-las. Quanto ...

Dependência Química: PREVENÇÃO DE RECAIDA - FASES E SINAIS DE AVISO. - ...





Dependência Química: PREVENÇÃO DE RECAIDA - FASES E SINAIS DE AVISO. - ...: ·          AS FASES E SINAIS DE AVISO DA RECAÍDA O processo de recaída leva a pessoa em recuperação a sentir dor e desconforto sem o q...

Solução DEFINITIVA para Dependência Química, por Plínio de Souza

Dicas para lidar com um familiar dependente químico

A Decadência do Dependente Químico (animação)

Palestina- Jean Funileiro, o esporte contra as drogas (entrevista)

Educação Física Prevenção às drogas Esporte na escola

Série “Drogas”: o esporte como ferramenta de prevenção

Saiba como funciona a metodologia do grupo Amor Exigente





www.institutojbiscalquini.com.br

11 97364-7126

Segunda-feira, dia de Amor Exigente, que toda semana trás um assunto novo, pra ajudar jovens dependentes químicos, e suas famílias. Dia 14/10 falamos sobre como o Amor Exigente funciona, a metodologia e o acolhimento do grupo.

Amor Exigente - 1° Princípio Básico do Amor: Identificador





www.institutojbiscalquini.com.br

11 97364-7126

A Coordenadora Regional do Amor Exigente Maria Lucia Gil,traz ao Universo com Edi Frediani os princípios básicos do amor. O primeiro é o "Identificador" este principio identifica os valores, aquilo que somos e o que queremos ser.Trabalha os objetivos de cada pessoa, para que se ajudem mutuamente.

6° Princípio do Amor Exigente -"Comportamento"



www.institutojbiscalquini.com.br
Informando e auxiliando famílias.

O 6º Princípio Básico do Amor- Exigente é: Influenciador O comportamento dos filhos afeta os pais; o comportamento dos pais afeta os filhos. O comportamento do aluno afeta o professor; o comportamento do professor afeta o aluno. Meu comportamento afeta você; seu comportamento me afeta. Diante de um comportamento inaceitável, não podemos competir com a outra pessoa ou perder a dignidade. É preciso manter o equilíbrio para conduzir os relacionamentos no rumo certo.

COMEMORAÇÃO DE 10 ANOS DA CT CASA DO OLEIRO DA CIDADE DE BARRETOS SP.


Apostolo Claudio Presidente da CT casa do Oleiro de Barretos SP

Renan Quirino, assitente social e coordenador da casa do Oleiro de Barretos SP


André Sabá - Psicologo e coordenador da CT Casa do Oleiro de Barretos
Prefeito da cidade de Barretos SP, Guilherme D'avila.


Hamilton Biscalquini Jr e Maria Irene de Paula, Coordenadores do instituto J Biscalquini

FAMÍLIA, FILHOS E DROGAS

Prevenção ao uso de drogas nas escolas

Astros do Desenho Animado contra as Drogas (Completo)

Alcoolismo - Fique esperto!

O cérebro alcoolizado

VIDEO DE BIOQUIMICA _ Efeito do álcool no cérebro

Os Efeitos do Crack no Corpo Humano

Os efeitos da cocaína no cérebro

Como as drogas atuam no sistema nervoso central da pessoa?

Saiba como a droga age em seu cérebro e porquê compulsivos viciam mais r...

Mecanismo da Dependência Química no Cérebro. Alila Medical Media Português.

Entendendo a Dependência Química / understanding the addict / Luan Gama

XAROPES E GOTAS PARA TOSSE - DROGAS

DEFINIÇÃO
Os xaropes são formulações farmacêuticas que contem grande quantidade de açucares, fazendo com que o liquido fique viscoso, meio grosso. Nesse veiculo ou liquido, coloca-se a substancia medicamentosa que vai trazer o efeito benéfico desejado pelo médico que a receitou. Assim, por muito tempo foram produzidos xaropes para tosse em que o medicamento ativo é a codeína, como por exemplo, o setux, Eritós e pambeny, que não são mais fabricados.
Existem ainda muitos xaropes para tratar a tosse que contêm certas plantas em sua fórmula, como, por exemplo, o agrião, o guaco, etc. Esses medicamentos, chamamos de fitoterápicos, não têm os efeitos tóxicos da codeína nem causam dependência.
Mas também existem outras maneiras de se preparar tais remédios. Em vez de coloca-los em um xarope, faz-se uma solução aquosa, às vezes com um pouco de álcool, tendo-se assim as chamadas gotas para tosse. Alguns desses remédios também tinham a codeína como principio ativo, como era o caso do Belacodid e gotas Binelli.
EFEITOS NO CÉREBRO
O cérebro humano possui uma certa área – a chamada centro da tosse – que comanda os acessos de tosse, e é justamente lá que a codeína vai agir. Toda vez que esse centro da tosse é estimulado há emissão de uma “ordem” para a pessoa tussa. A codeína é capaz de inibir ou bloquear esse centro da tosse; assim, mesmo que haja um estimulo para ativá-lo, o centro, estando bloqueado pela droga, não reage, ou seja, não dá mais a “ordem” para a pessoa tossir, e a tosse que vinha ocorrendo deixa de existir. Mas como os outros opiáceos, a codeína age em outras regiões no cérebro. Assim, outros centros que comandam as funções dos órgãos são também inibidos; com a codeína, a pessoa sente menos dor (ela é um bom analgésico), pode ficar sonolenta, e a pressão sanguínea, o numero de batimentos do coração e a respiração podem ficar diminuídos.
EFEITOS SOBRE OUTRAS PARTES DO CORPO
A codeína possui vários efeitos das drogas do tipo opiáceos. Assim, é capaz de contrair a pupila, provocar sensação de má digestão e produzir prisão de ventre.
EFEITOS TÓXICOS
A codeína quando tomada em doses maiores que a terapêutica produz acentuada depressão das funções cerebrais. Como consequência, a pessoa fica apática, a pressão do sangue cai muito, o coração funciona com grande lentidão e a respiração torna-se muito fraca. Ainda como consequência, apele fica fria (a temperatura do corpo diminui) e meio azulada por causa da respiração insuficiente. A pessoa pode ficar em estado de coma, inconsciente, e se não for tratada pode morrer. Por exemplo, em um pronto-socorro na cidade de São Paulo, em um período de 10 meses, 17 crianças de 20 dias até 2 anos de idade foram tratadas por intoxicação por causa de xaropes ou gotas para tosse tomadas em excesso (Sedux, Felpar, Belacodid, Espasmoplus.) Todas essas crianças apresentavam dificuldade respiratória, pele fria e meio azulada, pupilas contraídas, mal conseguiam chorar e não tinham forças para mamar.

ASPECTOS GERAIS
A Codeína leva rapidamente o organismo a um estado de tolerância. Isso significa que a pessoa que vem tomando xarope à base de codeína, por vicio, acaba pr aumentar cada vez mais a dose diária. Assim, não é incomum saber-se de casos de pessoas que tomam vários vidros de xaropes ou de gotas para continuar sentindo os mesmos efeitos. E se elas deixam de tomar a droga, estando já dependentes, surgem os sintomas da chamada síndrome de abstinência. Calafrios, cãibras, cólicas, coriza, lacrimejamento, inquietação, irritabilidade e insônia são os sintomas mais comuns de abstinência.


SITUAÇÃO NO BRASIL

O único xarope de codeína atualmente no Brasil é o codein, usado como analgésico. Os xaropes e as gotas à base de Codeína antitussígenos não são mais fabricados no Brasil, mas antes eles eram vendidos nas farmácias brasileiras somente com a apresentação da receita do médico, que fica retida para posterior controle. Infelizmente, isso nem sempre acontece, pois algumas farmácias desonestas para ganhar mais dinheiro, vendem essas substancias por “baixo do pano”. Ainda hoje esse problema persiste em algumas farmácias do Brasil para todos os medicamentos psicotrópicos. Contudo, os proprietários desses estabelecimentos podem ser punidos caso sejam descobertos.

HISTORIA E FORMA DE TRATAMENTO PARA DEPENDÊNCIA QUÍMICA COM HEANTOS 4

     

Heantos é um medicamento tradicional vietnamita derivada de 13 plantas e ervas utilizadas no combate à dependência química. Ele foi criado na década de 1980 pelo Dr. Tran Khuong Dan (Dr. Dan), um médico Vietnamita cujo pai e irmão eram usuários de droga. Durante décadas, Heantos foi libertando as pessoas de uma quantidade significativa de sintomas de abstinência em tratamento nas aldeias rurais do Vietnã.
No Vietnã, o uso do ópio é cultural, é plantado e colhido no país. Na entressafra, quando há uma escassez de ópio, as pessoas mais jovens reduzem ou eliminam a sua utilização, porém as pessoas que fazem sua utilização há mais tempo tendem a sofrer com a redução e eliminação do ópio devido à dolorosa abstinência.
Esta tradição cultural exigiu a necessidade de encontrar uma combinação de plantas e ervas para permitir que os usuários pudessem enfrentar a escassez do ópio e eliminar os sintomas de abstinência e ânsia pela substância. Então, o Dr Dan, que já havia perdido seu pai e irmão devido ao uso abusivo, e curandeiros foram para as florestas e colheram algumas plantas e ervas que passaram a ser usados para interromper a abstinência.
Em 1991, o Heantos passou por ensaios clínicos oficiais do Ministério da Saúde Pública no Vietnã que confirmou a sua segurança e eficácia no combate às drogas. Desde 1995, a Academia Vietnamita da Ciência e Tecnologia (VAST) em parceria com os criadores do Heantos para desenvolvimentos científicos. Durante quase 20 anos de pesquisa sobre o Heantos, o Instituto de Química do Vietnã tem parceria com várias instituições internacionais no esclarecimento da toxicologia e estudos clínicos sobre o Heantos. O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e do Governo do Vietnam assinaram um acordo de cooperação científica internacional para conduzir o desenvolvimento científico internacional do Heantos.
Os ensaios clínicos, realizados pelo Ministério da Saúde Pública Vietnamita mostraram que o tratamento com Heantos realiza uma desintoxicação suave e rápida de pacientes viciados em drogas. Estes ensaios mostraram que o Heantos ajudou a aliviar vontade pelas drogas enquanto suprime os principais sintomas de abstinência. Não foram observados efeitos colaterais indesejáveis durante as pesquisas. Estes estudos também revelaram que o Heantos não contém substâncias químicas, o composto é completamente natural.
Um projeto de três fases destinado a estabelecer as condições científicas para a utilização nacional e internacional de HEANTOS, fundamentando reivindicações de segurança e eficácia foi realizado com o apoio científico do John Hopkins School of Medicine.
O Heantos foi usado em aldeias vietnamitas durante décadas e em centros de tratamento desde 1990. Além da evidência científica, a evidência é clara: Heantos é eficaz em ajudar as pessoas viciadas em drogas a superar levemente os sintomas de abstinência e não é viciante.
Heantos é usado no Vietnã no centro de tratamento do Hoang Long no norte da província de Ninh Binh. Neste centro, veteranos de guerra anteriormente receberam doses de morfina mensais gratuitos. Após o uso do Heantos, apenas uma vez, 70% dos usuários não precisaram tomar mais nenhuma dose de morfina. Um estudo sobre a reincidência neste centro mostrou 37 de 40 pacientes (92%) que se livraram do vício após o tratamento com Heantos.
Tratamento Heantos
Ao internar um ente querido, a família cria uma grande expectativa de melhora e possivelmente a cura do indivíduo. Porém, na grande maioria dos casos, ao sair da clínica, a pessoa, ainda com abstinência, procura rapidamente fazer o uso de sua substância de preferência. Ao se deparar com esta frustração, decepção e revolta, a família começa a perder estabilidade emocional, agindo também compulsivamente em busca da cura. Infelizmente o índice de recuperação de clínicas de reabilitação são muito baixos, em média 5% de casos de sucesso. Com o tratamento de Heantos, é possível aumentar as chances do usuário em até 70%, pois a redução da abstinência chega a zero, fazendo com que a pessoa descubra novamente os prazeres naturais, permitindo que retome a direção natural da sua vida.
Tem-se notado nos últimos anos, que a fórmula inovadora do Heantos tem sido cada vez mais eficaz e vem se destacando nos tratamentos de dependência química, alcoolismo e depressão ao redor do mundo. Estudos científicos e diversos relatórios comprovam que já na primeira dosagem, este método de tratamento, remove significativamente os sintomas da abstinência de substâncias, reduzindo o desejo de uso pouco tempo após sua administração.
Quando se diz a palavra “internação”, a maioria das pessoas se chocam imaginando-se em uma clínica durando 60, 90 ou 120 dias. Com esta inovadora metodologia de tratamento, o indivíduo tem uma oportunidade única de desintoxicar seus corpos e mentes em um curto período de tempo de forma rápida, eficiente e o mais confortável possível em um ambiente familiar, natural e seguro.
O tratamento com Heantos 4, trabalha na regeneração das conexões neurais, reorganizando a sinapse dos neurônios, elevando desta forma a produção da serotonina e dopamina. Através da produção dessas substancias, o indivíduo volta a ter o prazer natural, sem a necessidade de usar drogas ou ingerir bebidas alcoólicas. Sendo assim, desaparecem os sintomas de abstinência e fissura, equilibrando novamente os mediadores químicos cerebrais.
Contando com 70%, e sem abstinência, o indivíduo ainda deve manter alguns cuidados especiais para alcançar seu objetivo de ficar “limpo” e desintoxicado, tais como: evitar hábitos, pessoas, lugares e bebidas alcoólicas. É importante salientar que a nossa metodologia de tratamento é para aqueles que se propõem, com o real desejo de parar com o uso.

Antes do inicio ao tratamento, é necessário uma avaliação mental, espiritual, social, familiar e dos aspectos físicos para proporcionar um plano de administração do Heantos de forma individual para cada pessoa. 

Amor Exigente: Drogas: Escolha Pessoal e Consequências Sociais!



 Amor-Exigente é uma Instituição sem fins lucrativos que trabalha com grupos de auto e mútua ajuda que se reúnem uma vez por semana, durante 2 horas. 
O Programa Amor-Exigente está espalhado por todo Brasil e América Latina e você pode participar de tudo sem nenhum custo. Conversa dia, 24/03/2014, onde falamos sobre as consequências sociais de quem segue o caminho do alcoolismo e das drogas! Como de costume, 
-     Mara Silvia Carvalho de Menezes 
- Presidente do Conselho Deliberativo da Federação Amor Exigente)
-     Liane de Jesus Teixeira Castrillon
- Membro do Conselho Deliberativo da Federação Amor Exigente

11 97364-7126 vivo (whatsapp) / 14 98102-0639 Tim (whatsapp).
Tratamento para a dependência química é bastante complexo e existem
diversas formas para tratar o uso abusivo de drogas e o alcoolismo.

Postagem em destaque